Samurai

24/12/2010

Clique par aver maior! =)

Confiança, retidão de caráter e integridade. O Samurai é capaz de perder a própria vida em prol daquilo que defende. Movimentos precisos numa vida imprecisa.

Enquanto vetorizava este, filmei com um daqueles programas de captura de tela em vídeo. Levou três horas, e consumiu uns três GB também (filmando em AVI). Segue o vídeo abaixo.

Que eu possa um dia virar 1/10 de samurai. Só pra equilibrar.

🙂

SAMURAI
Confidence, fair play and integrity. The Samurai is capable of losing his own life for something he defends. Precise movements in an imprecise life. While I was tracing this draw, I made a film using a video capture program, the kind of program people use to take snapshots from the computer screen. It took me 3 hours and 3 GB to do so (filmed in AVI). At the link you can see the video. May I become part samurai, even 10%, someday. Just for the equilibrium.
Anúncios

Valores…

11/12/2010

Vi uma moça no metrô ainda outro dia que deveria ter minha idade, ou até menos idade do que eu – hellooooo balzaca! – carregando um bebê no colo, acompanhando uma criança para a escola e pasme, grávida do terceiro (ou terceira). E imagino que eram todos filhos pelos formatos de olhos, cabelos e demais atributos físicos. Já montando a cena na cabeça como ilustração, segui toda garbosa e serelepe pelo metrô. No mesmo dia o grande Fernando Dourado, designer, produtor gráfico e produtor executivo da Revista Ounão me convidou a enviar um trabalho para a possível publicação na revista. Agora estou no aguardo. Talvez seja do agrado da revista. Ounão.

🙂

VALUES
Other day I saw a lady at the subway that seamed to have my age, or maybe she was newest than me. She was carrying a baby, a tree-year-old child and was also pregnant. It looked like they were all her chidren, because they had the same eyes, hair and the same physical attributes. Quickly I pictured the scene in my mind as an illustration, and carry on at the subway, all dapper and frisky. The same day my friend Fernando Dourado – designer, printing producer and executive producer from Ounão Magazine (sounds like “maybenot”) invited me to deliver some work to be published on the magazine. Now I’m waiting. Maybe the people at the magazine likes it. Maybe not.

🙂