A mão teimosa

A luz se apagou, só restou a lua brilhando. No canto, jogado, tudo o que sobrou. O fantoche que outrora trazia movimento e precisão, hoje permanece jogado à sombra do que foi um dia. Fantoche sem amarras não tem serventia, pois não obedece ao comando óbvio da mão teimosa.

THE STUBBORN HAND
The lights went out. The only thing left was the shinning moon. Left aside in the corner, all that´s useless. The puppet that once brought accured movements, now stands in the shadow of what once he was. A puppet with no strings attached is useless, because he lacks the obedience for the obviously command of the stubborn hand.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: